Notícia

INADIMPLÊNCIA NA BAHIA

20/11/2017 10:12
  • Noticias


Inadimplência na Bahia

 

Dados referentes a outubro/2017, com informações de todas as bases às quais o SPC Brasil tem acesso.

 

O relatório com os dados regionais e nacionais está disponível para download em www.spcbrasil.org.br

 

 

 

Em outubro de 2017, o número de dívidas em atraso de moradores da Bahia caiu -1,88%, em relação a outubro de 2016. O dado ficou abaixo da média da região Nordeste (-1,40%) e acima da média nacional (- 4,01%). Como em outubro de 2016 a variação no estado foi de -0,48%, houve desaceleração anual do indicador na Bahia.

 

Na passagem de setembro para outubro o número de dívidas da Bahia caiu -1,26%. Na região Nordeste, a variação foi de -0,32%.

 

Gráficos 1 e 2 - Número de dívidas em atraso

Variação anual (outubro/2017 em relação a outubro/2016)

Variação mensal (outubro em relação a setembro)

 

 

 

-1,88%

 

 

Bahia

 

 

 

-1,40%

 

 

Nordeste

 

 

 

 

 

-4,01%

Brasil

 

 

 

 

 

-1,26%

Bahia

 

 

 

-0,32%

 

 

Nordeste

 

 

 

-0,36%

 

 

Brasil

           

 

O setor com alta anual mais expressiva do número de dívidas em outubro no estado da Bahia foi Comunicação (14,44%).

 

Gráfico 3 - Número de dívidas em atraso por Setor Credor

Variação anual (outubro/2017 em relação a outubro/2016)

 

 

Água e Luz                                                                                                        9,34%

 

Bancos                                     -0,09%

 

Comércio             -8,67%

 

Comunicação                                                                                                                                 14,44%

 

O gráfico não mostra a variação do grupo de segmento ‘Outros’

O número de inadimplentes da Bahia cresceu 0,71% em outubro de 2017, em relação a outubro de 2016. O dado ficou acima da média da região Nordeste (0,61%) e acima da média nacional (0,20%). Como em outubro de 2016 a variação no estado foi de 0,88%, houve desaceleração anual do indicador na Bahia.

 

Na passagem de setembro para outubro o número de devedores da Bahia cresceu 0,36%. Na região Nordeste, a variação foi de 0,75%.

 

Gráficos 3 e 4 - Número de pessoas inadimplentes

Variação anual (outubro/2017 em relação a outubro/2016)

Variação mensal (outubro em relação a setembro)

 

0,71%

 

 

 

 

 

 

Bahia

 

0,61%

 

 

 

 

 

Nordeste

 

 

 

 

0,20%

 

 

Brasil

 

 

 

 

0,36%

 

 

 

Bahia

 

0,75%

 

 

 

 

 

 

Nordeste

 

 

0,50%

 

 

 

 

Brasil

           

 

 

A abertura por faixa etária do devedor mostra que o número de devedores com alta anual mais expressiva no estado em outubro foi o da faixa de 50 a 64 anos (7,49%).

 

Gráfico 5 - Número de pessoas inadimplentes por Faixa Etária

Variação anual (outubro/2017 em relação a outubro/2016)

 

-22,11%

18 a 24 anos

25 a 29 anos                                                           -8,92%

30 a 39 anos                                                                                                                     0,28%

40 a 49 anos                                                                                                                                               6,23%

50 a 64 anos                                                                                                                                                    7,49%

65 a 84 anos                                                                                                                                                6,38%

85 a 94 anos                                                                                                                            1,76%

Em outubro de 2017, cada consumidor inadimplente na Bahia tinha em média 1,959 dívidas em atraso. O número ficou acima da média da região Nordeste (1,915) e acima da média nacional registrada no mês (1,949 dívidas). Esta média está abaixo das 1,992 dívidas verificadas no estado em setembro.

 

Gráfico 6 - Dívidas em atraso por inadimplente

Dívidas em atraso/Pessoas inadimplentes (outubro/2017)

 

1,959

1,949

 

1,915

 

 

Bahia                        Nordeste                       Brasil